CAUTION!

CAUTION!

sábado, 17 de abril de 2010

Feminista SIM,mas sem queimar sutian!


O episódio conhecido como Bra-Burning, ou A Queima dos Sutiãs, foi um evento de protesto com cerca de 400 ativistas do WLM (Women’s Liberation Movement) contra a realização do concurso de Miss America em 7 de setembro de 1968,logo após a Convenção Nacional dos Democratas.
Na verdade, a ‘queima’, propriamente dita, nunca aconteceu.Mas a atitude foi incendiária.
A escolha da americana mais bonitinha era tida como uma visão arbitrária da beleza e opressiva às mulheres, por causa de sua exploração comercial. Elas colocaram no chão do espaço, sutiãs, sapatos de salto alto, cílios postiços, sprays de laquê, maquiagens, revistas, espartilhos, cintas e outros “intrumentos de tortura”
Aí alguém sugeriu que tocassem fogo, mas não aconteceu porque não houve permissão do lugar (que não era público) para isso.
Também ninguém tirou seu sutiã.
Essas lendas urbanas surgiram porque, ao dar ampla cobertura para o evento, a mídia o associou a outros movimentos, – como o da liberação sexual; dos jovens que queimaram seus cartões de segurança social em oposição à Guerra do Vietnã - e passou a chamá-lo de “bra-burning”, (queima de sutiãs), encorajados por ativistas como Robim Morgan (ex-estrela-mirim da rádio e TV, ativista, escritora, poeta e editora do “Sisterhood is Powerful e Ms. Magazine).
Na sequencia, a manchete do New York Post saiu com o título “BraBurners and Miss America” (Queimadoras de Sutiãs e Miss América), que logo ficou associado às mulheres sem sutiãs. Desde então, a cultura popular ligou para sempre feministas e “queima de sutiãs” ( v. Germaine Greer, jornalista e escritora australiana, que declarou nos anos 60 “que o sutiã é uma invenção ridícula”, declaração que repercutiu em muitas mulheres que questionavam o papel do sutiã como objeto anti-sexista da liberação feminina).
Depois disso, aconteceram queimas de sutiãs em vários cantos do mundo. Mas o evento que gerou as manifestações e que ficou conhecido como Bras-Burning, foi o citado acima!
rsss





segunda-feira, 5 de abril de 2010

Ser mulher é....




Ser mulher...


É viver mil vezes em apenas uma vida.


É lutar por causas perdidas e


sempre sair vencedora.


É estar antes do ontem e depois do amanhã.


É desconhecer a palavra recompensa


apesar dos seus atos.







Ser mulher...


É caminhar na dúvida cheia de certezas.


É correr atrás das nuvens num dia de sol.


É alcançar o sol num dia de chuva.







Ser mulher...


É chorar de alegria e muitas vezes


sorrir com tristeza.


É acreditar quando ninguém mais acredita.


É cancelar sonhos em prol de terceiros.


É esperar quando ninguém mais espera.






Ser mulher...


É identificar um sorriso triste e uma lágrima falsa.


É ser enganada, e sempre dar mais uma chance.


É cair no fundo do poço, e emergir sem ajuda.







Ser mulher...


É estar em mil lugares de uma só vez.


É fazer mil papeis ao mesmo tempo.


É ser forte e fingir que é frágil...


Pra ter um carinho.







Ser mulher...


É se perder em palavras e


depois perceber que se encontrou nelas.


É distribuir emoções


que nem sempre são captadas.







Ser mulher...


É comprar, emprestar, alugar,


vender sentimentos, mas jamais dever.


É construir castelos na areia,


ve-los desmoronados pelas águas.


E ainda assim amá-los.






Ser mulher...


É saber dar o perdão...


É tentar recuperar o irrecuperável.


É entender o que ninguém mais conseguiu desvendar.




Ser mulher...


É estender a mão a quem ainda não pediu.


É doar o que ainda não foi solicitado.




Ser mulher...


É não ter vergonha de chorar por amor.


É saber a hora certa do fim.


É esperar sempre por um recomeço.





Ser mulher...


É ter a arrogância de viver


apesar dos dissabores,


das desilusões, das traições e


das decepções.





Ser mulher...


É ser mãe dos seus filhos...


Dos filhos de outros.


É amá-los igualmente.





Ser mulher...


É ter confiança no amanhã e


aceitação pelo ontem.


É desbravar caminhos difíceis


em instantes inoportunos.


E fincar a bandeira da conquista.





Ser mulher...


É entender as fases da lua


por ter suas próprias fases.








domingo, 4 de abril de 2010

rssss


by calcinhas no box!!
um oteeeeeeeemo blog eu recomendo!!
rs
ficadica

Lá vem o maldito Instinto Maternal...


Acontece com todas as mulheres,mesmo as lésbicas e se você for bofinha nesse caso é o instinto paternal [rss]


Chega certa idade em que todas as suas amigas já tem....

seus primos, colegas de escola,da faculdade...

Vizinhos, amigos dos seus amigos...



Todos eles tem uma coisinha barulhenta e causadora de prejuízos financeiros com com a cara deles!

E esses pinguinhos de gente por mais trabalho que dêem possuem uma coisa mágica...que putz! Não sei explicar!

Me dá um vazio...é como se eu sentisse falta de algo que nunca tive....

eu que detestava essas criaturinhas me pego pensando o tempo todo nisso

Algo em mim ,mudou...me vejo fascinada por elas...elas fazem o que querem comigo!

As vejo em toda parte e fico sonhando com o meu(a)

Moreno(a) ou branco(a)

Japonês(a) ou afro

Adotado(a) ,produção independente a lá xuxa ,ou produzida daquele jeitinho que o papai e a mamãe souberam me fazer hihihi

Seja lá como for...já a(o) amo e desejo-o(a) muito!!

Aí já faz um bom temo que me pego sonhando com o rostinho dele ou dela(a) e nem o fiz ainda!

Mas não, não, não, não!!!!

Ainda não é hora,preciso tirar isso da cabeça URGENTE!!

Preciso de um cachorro!

rssss

Tão me seguindo...

Ocorreu um erro neste gadget